Blog - Lancers

Outubro Rosa: câncer de mama

No ano de 2022, foram estimados mais de 66 mil novos casos de câncer de mama no Brasil.

Outubro Rosa é um importante movimento internacional que tem como objetivo compartilhar informações e promover a conscientização sobre o câncer de mama. Nesta campanha especial, fique por dentro dos principais aspectos da doença e compartilhe para que mais pessoas tenham ciência da importância do cuidado com a saúde.

Câncer de mama

Trata-se do tipo de câncer feminino mais comum no mundo, chegando a 1 milhão de novos casos por ano. No ano de 2022, foram estimados mais de 66 mil novos casos de câncer de mama no Brasil, e estipula-se que a doença causará mais de 17 mil óbitos nos próximos anos. Ainda que estejam altas, as taxas de mortalidade têm se reduzido nos últimos 50 anos em função do diagnóstico precoce e dos avanços no tratamento adjuvante (após a retirada do tumor, consiste em destruir as células cancerígenas que ainda possam estar no organismo).

O principal sinal do câncer de mama é o crescimento progressivo de nódulo indolor e palpável em uma das mamas. Devemos também nos atentar à retração do mamilo (afundamento), alterações na pele da mama e descarga papilar (secreção no mamilo). Vale lembrar que, muitas vezes, a paciente é assintomática.

Na confirmação do câncer, é importante que a paciente observe se há a presença de sintomas como dor óssea, ascite (acúmulo anormal de líquidos dentro da cavidade abdominal), falta de ar e alterações neurológicas, por serem indícios de que o câncer tenha se desenvolvido para metástase.

Os principais fatores de risco que podem desencadear a doença são: primeira menstruação tardia, menopausa tardia, gravidez após os 30 anos, obesidade, uso de álcool, idade avançada, sedentarismo, exposição frequente à radiação ionizante, ter algum familiar que apresenta ou apresentou a doença e alterações nos genes BRCA 1 e 2 e p53.

Exames de rastreamento

O Ministério da Saúde orienta que toda mulher com mais de 40 anos deve realizar o exame clínico das mamas anualmente. Mulheres com mais de 50 anos devem realizar o exame a cada dois anos.

Normalmente, no rastreio são feitos exames de mamografia, ultrassom ou ressonância das mamas. Caso seja encontrada alguma alteração, uma biópsia pode ser solicitada.

Autoexame

Uma outra forma de garantir um diagnóstico precoce da doença é realizar o autoexame das mamas após sete dias da menstruação. Você sabe como deve ser feito? Confira nossas orientações:

  • Em pé – de frente ao espelho, observe o bico dos seios, a superfície e o contorno das mamas. Em seguida, levante os braços e verificação se há alguma alteração;
  • Deitada – apalpe a mama esquerda com a mão direita e faça suavemente movimentos circulares com a ponta dos dedos. Realize essa ação no outro lado também;
  • No banho – com a pele molhada, eleve o braço direito e apalpe levemente a mama com a mão esquerda estendendo-a até a axila. Realize essa ação no outro lado também.

Vale ressaltar que o autoexame é apenas a primeira precaução. É essencial que a mulher consulte seu ginecologista anualmente e fique atenta aos sinais emitidos pelo corpo.

Se o câncer for identificado, o tratamento consistirá na retirada cirúrgica do tumor ou da mama (mastectomia). Após o procedimento, pode ser necessária a realização de tratamentos complementares como quimioterapia, radioterapia e hormonioterapia.

Câncer de mama nos homens

Apesar de raro, os homens também podem desenvolver câncer de mama tendo em vista que possuem glândulas mamarias e hormônios femininos, ainda que em quantidade pequena. Então, é importante que os homens estejam também atentos aos sintomas e precauções desse tipo de câncer.

Que neste mês de conscientização, possamos refletir sobre a importância do cuidado com a saúde e prevenção do câncer de mama.

#outubrorosa

Assine nossa newsletter

As principais notícias da Lancers diretamente em seu e-mail:

Últimos Posts

Saúde bucal

Manter uma boa higiene bucal pode até ajudar na prevenção de doenças cardíacas e diabetes. A saúde bucal está relacionada

Leia mais »

O que é tuberculose?

Considerada uma doença antiga, ainda afeta milhões de pessoas pelo mundo, e acomete principalmente os pulmões. A tuberculose é uma

Leia mais »

Saúde bucal

Manter uma boa higiene bucal pode até ajudar na prevenção de doenças cardíacas e diabetes. A saúde bucal está relacionada

Leia mais »

O que é tuberculose?

Considerada uma doença antiga, ainda afeta milhões de pessoas pelo mundo, e acomete principalmente os pulmões. A tuberculose é uma

Leia mais »

O que é tuberculose?

Considerada uma doença antiga, ainda afeta milhões de pessoas pelo mundo, e acomete principalmente os pulmões. A tuberculose é uma

Leia mais »

Área do beneficiário

2ª via de boletos

Atendimento ao Beneficiário

SAC - Ouvidoria

Enviar mensagem

Rua Paschoal Bardaro, 2055 – Jardim Botânico – CEP 14021-655 – Ribeirão Preto /SP

2013 - 2020 - Todos os direitos Reservados ©